Início / Contos & Histórias Eróticas / Quando atendi o meu primeiro cliente
primeiro cliente

Quando atendi o meu primeiro cliente

Muitos dos meus leitores, quase de certeza que já se questionaram como terá sido a minha primeira vez enquanto acompanhante de luxo, mas mais importante ainda, como terá sido o meu primeiro cliente?

Ao contrário do que muitos possam achar, não me tornei acompanhante de luxo por necessidade, mas sim porque quis experimentar algo de novo, quis ter uma vida excitante, e claro que não é uma surpresa quando vos digo que a minha vida é de facto diferente e todos os dias é uma aventura!

Antes de me tornar uma acompanhante de luxo pensei muito bem na minha vida e o que quero dela, e cheguei a uma conclusão, quero-me divertir, não tenho namorado nem filhos, apenas a minha cadela e estou feliz assim!

Mudar de vida e fazer o que mais gosto: SEXO!

Não, não sou uma coitadinha sem dinheiro ou sem outras opções de emprego, tenho formação superior e emprego na minha área, mas acho que Direito é extremamente aborrecido e não consigo parar de pensar em ter sexo com todos os meus colegas (homens ou mulheres) não sou esquisita!

A minha família está longe, logo não haverá demasiadas questões sobre o que faço e os meus amigos também só precisam de saber o essencial!

Adoro ir ao ginásio, tratar de mim e dormir até tarde, porque não devo de fazer isso todos os dias? A sociedade acha que não podemos fazer o que queremos porque não está de acordo com os seus padrões, mas sinceramente não me interessa o que os outros pensam!

Adoro sexo, como tal pensei, porque não tornar-me uma acompanhante de luxo e receber dinheiro por algo que sei fazer tãooooo bem? Pois é, nada me impediu depois de muito pensar!

Montar o meu negócio e ter o meu primeiro cliente

Lembro-me como se fosse ontem, andei à procura de formas de chamar a atenção, sinceramente não queria ser mais uma menina que simplesmente publicava a sua fotografia em sites de pouca classe. Não quis expor-me de maneira a ficar logo conhecida e com má fama, é preciso saber o que queremos e definir bem o tipo de clientes que procuramos!

Já tinha algumas fotografias sensuais, adoro fotografia e quando sou o centro das atenções, bem não posso dizer que não gosto, tinha várias em poses sensuais. Decidi colocar algumas no site que construí, comprei um telemóvel e um cartão para não misturar a minha vida pessoal com a profissional!

primeiro cliente

 

E qual não foi o meu espanto que, depois do site estar online apenas há três horas, recebi a minha primeira chamada! Devo de confessar que fiquei nervosa, não tinha preparado bem o meu discurso, posso afirmar que não sabia sequer o que dizer!

– “Estou?”- disse com uma voz nervoso do outro lado da linha!

– “Olá, o meu nome é Miguel, tenho 35 anos e é a primeira vez que estou a fazer isto, gostaria de falar com a Sofia, é possível?” – Disse ele numa voz nervosa mas charmosa.

Continuamos a conversa durante 15 a 20 minutos, devo de confessar que depois de 5 minutos já não me sentia tão nervosa e muito menos com medo do que se poderia vir a passar!

Pois então, o Miguel de 35 anos, foi o meu primeiro cliente, acho que não poderia ter tido mais sorte! Ao telefone dei-lhe a minha morada e 3 horas mais tarde, ele estava a bater à porta!

primeiro cliente

Tinha estado a despachar-me, escolher lingerie, um vestido bonito e os saltos altos (tinha uns pretos absolutamente perfeitos!). Quando ouvi a campainha tocar sentir borboletas no estômago, tal como quando temos o nosso primeiro encontro com aquele rapaz que tanto gostamos!

Confirmei que era ele e abri a porta lá de baixo, passados poucos segundos ele estava mesmo à minha porta! Espreitei pelo buraco e vi um homem charmoso, bonito e com um corpo bem trabalho, e estava muito bem-vestido!

Quando abri a porta, não podia deixar de notar o cheiro que tinha, um perfume que não me era estranho pois era absolutamente delicioso. Aquele cheiro que um homem tem que dá simplesmente vontade de lhe morder assim que passa por nós!

Ele olhou para mim com um ar surpreso, gostou do que viu e sentiu-se de imediato atraído por mim! Mas devo de confessar que o sentimento era mútuo, o olhar de desejo estava presente mas tínhamos que falar de negócios primeiro!

Como meu primeiro cliente tive que fazer algumas questões, que mais tarde vim a perceber que eram completamente inúteis, mas não sabia e queria ter informação!

Perguntei-lhe se era a primeira vez que estava com uma acompanhante de luxo e porque tinha sentido a necessidade de me procurar. Acho que o assustei, ficou a olhar para mim como se estivesse a fazer um interrogatório! Decidi parar a apenas pedir-lhe o dinheiro, nunca devemos de começar a nossa sessão sem primeiro sermos pagas, não se deixem enganar, por mais bonitos, charmosos ou carinhosos que eles sejam!

Quando lhe disse para tomar banho e fazer a sua higiene intima achou estranho mas concordou, devo de confessar que pessoas que não sejam limpas principalmente, durante o acto me deixam um pouco enojada!

Depois de estar limpo e cheiroso, disse-lhe para se deitar na cama e estar à vontade! Comecei por lhe fazer uma massagem tântrica, que para minha surpresa acabou em menos de 10 minutos, parece que era mesmo boa!

Dei-lhe algum tempo para recuperar o fôlego (as minhas sessões duravam cerca de 2 horas e 30 minutos), não era preciso ter pressa! Passei para sexo oral, inicialmente foi estranho porque nunca o tinha feito a um homem que estivesse a usar preservativo, mas agora isso teria que ser algo obrigatório!

Sou uma acompanhante de luxo, mas primeiro sou uma mulher que se respeita e tem muito cuidado com o seu corpo, não se deixem levar na conversa minhas queridas companheiras de profissão, usem sempre protecção!

Voltando ao que aconteceu, ele veio-se em cerca de 25 minutos, as minhas técnicas nunca falham e fiz de tudo para que tivesse prazer e não parece-se que o estava a apressar! O sexo teve que ficar para outra altura, ele já não aguentava mais (o prazer que lhe dei só com uma massagem e sexo oral foi o necessário!).

E esta é a história do meu primeiro cliente, mas sabem que mais? Já lá vão alguns anos e mesmo assim ele continua a estar comigo todas as semanas :)… Acabámos por desenvolver uma amizade, falamos sobre tudo, ou melhor ele fala mais do que eu mas mesmo assim adoro a sua companhia!

 

Até à próxima meus queridos/as… Sofia!

Acerca Sofia

Sou advogada de profissão, mas a verdade é que deixei de gostar de Direito! Não tenho paciência para burocracias, gosto de ir directa ao ponto, adoro sexo, sou uma acompanhante de luxo a tempo inteiro e quero-vos contar a minha história!

Check Also

encontro especial

Um encontro especial com um cliente antigo!

Olá meus queridos, Aposto que já estavam com saudades minhas! Quero-vos contar a história de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *