Início / Crónicas / Um dia na vida de uma acompanhante de luxo
Um dia na vida de uma acompanhante de luxo

Um dia na vida de uma acompanhante de luxo

Para todos vocês que estão a ler esta crónica e acham que a vida de uma acompanhante de luxo é má ou complicada, desenganem-se.

Sou acompanhante há mais de 10 anos, e posso dizer que sou a pessoa mais feliz do mundo com o meu trabalho.

Hoje resolvi desmistificar um pouco a questão e vou explicar-vos de forma simples como é que é o meu dia. Ah e já agora chamo-me Joana.

Sou acompanhante de luxo e faço o que quero

Como devem imaginar, o meu dia é muito complicado (ironia). De manhã, quando não acordo na casa de um cliente, acordo no meu T3 em Alvalade.

Depois de um banho relaxado, vou tomar o pequeno almoço (que tem de ser bastante nutritivo) sentada na varanda enquanto me delicio com os raios de sol a baterem-me na cara.

Depois de arrumar as coisas por aqui, visto o fato de treino e vou correr ou vou ter com o meu PT ao ginásio (sim, porque todos os dias faço exercício, este corpinho não se mantém do ar).

Depois da sessão terminar, volto para casa, faço o almoço (ou mando vir qualquer coisa que me apeteça comer) e como tranquilamente no sofá, enquanto vejo as noticias ou uma série.

Por norma, as tardes são passadas a cuidar de mim, com pequenos mimos que faço questão de manter na minha vida.

Normalmente vou passear e às compras (sim, admito que é raro o dia em que não compro uma peça de roupa ou uma lingerie sexy, até porque os meus clientes gostam de me ver arranjada).

Há alguns dias em que vou à massagista, depois vou tratar do cabelo, das unhas… enfim, todas aquelas coisas que as mulheres adoram e não podem fazer com muita frequência (como vêm ser acompanhante de luxo permite-me cuidar de mim todos os dias).

Como são as minhas noites enquanto acompanhante de luxo

A verdade, e contrariamente ao que a grande maioria das pessoas julga, eu pessoalmente não atendo clientes todas as noites, e os que atendo são criteriosamente selecionados.

No entanto, como devem imaginar, mais de 90% dos meus clientes são donos ou gerentes de empresas multinacionais ou pessoas com um poder económico muito superior (basta simplesmente dizer que por dia de trabalho ganho mais que o ordenado mínimo nacional).

É importante salientar que não faço sexo com todos os meus clientes, apenas o faço com aqueles que realmente me deixam verdadeiramente excitada.

Na maior parte das noites, arranjo-me e vou a jantares ou festas, porque os clientes contratam-me para lhes fazer companhia e terem uma noite agradável de conversa.

Os mais jovens e atraente, acabam muitas vezes a noite na minha cama a gemer de prazer, contudo, os mais velhos só se pagarem bem por isso, porque esta boquinha não chupa qualquer pila que lhe apareça à frente.

Como podem ver, um dia na vida de uma acompanhante de luxo é completamente diferente do dia de uma mulher comum. Contudo, podem acreditar que somos bastante felizes com o que fazemos, e com o estilo de vida que a nossa profissão nos proporciona.

 

Acerca Andreia

Check Also

Crónica de uma acompanhante - O dia em que resolvi ser puta de luxo

Crónica de uma acompanhante – O dia em que resolvi ser puta de luxo

Não são raras as vezes que ouço a expressão “ puta de luxo ” como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.