Início / Crónicas / É possível ter encontros íntimos sem sexo?
É possível ter encontros íntimos sem sexo?

É possível ter encontros íntimos sem sexo?

Quando somos acompanhantes de luxo há algum tempo, uma das questões mais colocadas por familiares ou amigos que saibam realmente o que fazemos, é se é possível ter encontros íntimos sem sexo.

A resposta à questão deles, contrariamente ao que a grande maioria de vocês pode pensar, é sim! É possível criar intimidade sem que haja sexo.

Uma questão importante e que quero esclarecer desde já, é que uma acompanhante de luxo, não é uma prostituta. Eu (pelo menos) não sou paga pelos menos clientes exclusivamente para ter sexo.

Encontros íntimos sem sexo – Como é que é possível?

Uma das coisas que aprendi, é que a intimidade é algo que se encontra sobrevalorizado.

No meu caso em específico sexo é o que faço quando um cliente que efetivamente me interessa pede ou quando eu lhe peço. Contudo, não o faço de todo com todos os meus clientes.

Eu trabalho como acompanhante de luxo, ou seja, eu acompanho os meus clientes, vou com eles jantar, faço viagens de negócios, faço-lhes companhia, e pontualmente vou para a cama com alguns. Mas faço-o por prazer próprio.

Desta forma, para mim, encontros íntimos são aqueles em que eu já conheço as pessoas e elas compartilham comigo diversas questões (muitas vezes sinto-me como se fosse psicóloga).

Por estranho que pareça, tenho clientes que simplesmente querem marcar comigo um jantar para se sentarem na companhia de uma mulher bonita, arranjada e inteligente (sim, porque desengane-se quem acha que a grande maioria das acompanhantes são burras e apenas têm uma boa aparência).

Muitas vezes, isso é o que basta para que eles se sintam bem, e para que eu me sinta bem e feliz por eles.

Lá porque vai para a cama com alguém não significa que tenham tido um encontro íntimo (simplesmente significa que se deitaram juntos, cederam ao prazer carnal do sexo e provavelmente tiveram um orgasmo).

A intimidade vai-se ganhando com o tempo. É preciso muita convivência para reconhecer quando alguém está com um problema apenas a olhar para a sua cara. É preciso muito tempo até que um suspiro transmita mais que 1000 palavras.

Mas lá está, isso é no meu ponto de vista. Se calhar para muitas das minhas colegas e para a grande maioria das pessoas, ter encontros íntimos significa despirem-se em frente de um homem.

Lá está, o fato de trabalhar numa área em que a grande maioria das coisas se resume a sexo, faz com que tenha uma perspetiva diferente da vida. Faz com que tenha crescido e amadurecido mais cedo.

A única coisa que me resta dizer, é que não existe uma definição padrão de encontros íntimos. Na verdade, a intimidade parte de cada um de nós, e deve ser vista de diferentes perspetivas, porque nós, seres humanos, somos todos diferentes.

Acerca Andreia

Check Also

Prostituição em Portugal

Prostituição em Portugal

A prostituição em Portugal será ilegal? Boa parte das pessoas poderá pensar que sim, mas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *